Michael Jackson – Beat It

Sim eu sei… isto de falar do Michael Jackson já deve ser a moda deste Verão!! Mas não é por isso que venho deixar uma música de um dos maiores artistas que já existiram… Simplesmente não deixei nenhum post homenageando o “Rei da Pop” e acho que devo fazê-lo.

Ontem vi um pouco do concerto em Bucharest que a RTP transmitiu e é como sempre inegável o espetáculo que é ver Michael Jackson em palco!! Apesar de uma vida atribulada, cheia de escândalos e controvérsia, Michael Joseph Jackson deixou um legado inegável à cultura global e a toda a humanidade… por isso peço que se lembrem dele como o enorme “performer” e “entertainer” e não como o “freak” que tanto os media tentaram/tentam deixar transparecer… e é com este pensamento que vos deixo uma das minhas músicas favoritas (e é difícil escolher no meio de tantos êxitos ;)):

Nota: Não pensem que só me lembrei de Michael Jackson devido aos últimos acontecimentos! Sempre fui “fã” do seu trabalho 😉

A Silent Film – You Will Leave a Mark

Uma bela música que descobri no outro dia…

… não podia deixar de postar agora que espero estar realmente de férias (falta um resultado de um Exame… vai ser a “agonia” até Quarta-Feira)…

America – A horse with no name

Uma bela música… mi gusta 😛

Lyrics

On the first part of the journey, I was looking at all the life
There were plants and birds and rocks and things
There was sand and hills and rings
The first thing I met was a fly with a buzz
And the sky with no clouds
The heat was hot and the ground was dry,
But the air was full of sounds

I’ve been through the desert on a horse with no name
It felt good to be out of the rain
In the desert you can’t remember your name
‘Cause there ain’t no one for to give you no pain
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la

After two days in the desert sun, my skin began to turn red
After three days in the desert fun, I was looking at a river bed
And the story it told of a river that flowed
Made me sad to think it was dead

You see I’ve been through the desert on a horse with no name
It felt good to be out of the rain
In the desert you can’t remember your name
‘Cause there ain’t no one for to give you no pain
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la

After nine days, I let the horse run free ’cause the desert had turned to sea
There were plants and birds and rocks and things
There was sand and hills and rings
The ocean is a desert with its life underground
And a perfect disguise above
Under the cities lies a heart made of ground
But the humans will give no love

You see I’ve been through the desert on a horse with no name
It felt good to be out of the rain
In the desert you can’t remember your name
‘Cause there ain’t no one for to give you no pain
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la
La la, la, la, la la la, la la la, la, la

Abel o Monstro

Hoje deixo-vos o trailer de um projecto desenvolvido por alguns conterrâneos da minha cidade de Setúbal. Para dizer a verdade não tenho grandes detalhes sobre o projecto em si mas o trailer promete… acção, suspense, intriga, sustos de morte e outras coisas que tal (ou não)!!

A fonte da informação foi um comentário no meu hi5 por parte de uns produtores que passo a citar: “
Trailer – Abel o Monstro from Dupont Producoes on Vimeo. Carrega onde diz trailer para visionar o mesmo, uma produçao de Miguel Galrinho e João Miguel Fernandes, com estreia numa sala de cinema em setúbal, ainda sem data objectiva para exibiçao.”

Deixo também o blog ofial do projecto:http://dupontproducoes.blogspot.com/

Michael Jackson – One Day In Your Life

Hoje (re)descobri esta… é incrível o que era o Michael Jackson em 1975!! Já foste grande e por isso mereces admiração. Foi pena que te tenhas desencaminhado 🙁

Rob Dougan – Furious Angels

Hoje a Zwame, por ser dia 1 de Abril, tem como logotipo o logo do filme “The Matrix” e alguns utilizadores andam com avatares e assinaturas  alusivas ao tema (bem como a escrever em verde LoL). Na onda fui-me por a ouvir os albuns da banda sonora da trilogia Matrix e redescobri este tema que vos trago hoje. A versão que está no album “The Matrix Reloaded: The Album” é somente instrumental. No entanto, não desgosto da versão original que passo a postar (com legendas):

Dia 1 de Abril de 2009

Antes de mais nada parabéns ao meu amigo Bruno que nasceu neste dia das mentiras – e isto não é mentira 😉

Não vou postar nenhuma mentira no blog… simplesmente porque estou sem imaginação 😉

Mas apenas pensei numa coisa: Este é o dia das mentiras mas não será que há imensas mentiras todos os dias? Hmm… apanhei-vos!! Pensem um bocadinho e verão que a nossa sociedade está minada de mentiras, e não são mentiras à la 1 de Abril… são coisas bem mais graves e quiçá macabras. Reflictam e digam qualquer coisa se quiserem 😛

Já agora alguma informação sobre o dia das mentiras:

” Há muitas explicações para o 1 de abril ter se transformado no Dia das Mentiras ou Dia dos Bobos. Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era festejado no dia 25 de Março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1 de abril.

Em 1564, depois da adoção do calendário gregoriano, o rei Carlos IX de França determinou que o ano novo seria comemorado no dia 1 de janeiro. Alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, pelo qual o ano iniciaria em 1 de abril. Gozadores passaram então a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Essas brincadeiras ficaram conhecidas como plaisanteries.

Em países de língua inglesa o dia da mentira costuma ser conhecido como April Fool’s Day ou Dia dos Tolos, na Itália e na França ele é chamado respectivamente pesce d’aprile e poisson d’avril, o que significa literalmente “peixe de abril”.”
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_mentira
Mais informação em: http://en.wikipedia.org/wiki/April_Fools%27_Day e http://www.google.com/ 😛

Incubus – Love Hurts

Hoje deixo-vos uma conhecida e com ainda poucos anos em cima…É uma música simples dos Incubus mas com algum significado 😉

Lyrics

Tonight we drink to youth
And holding fast to truth
(I don’t want to lose what I had as a boy.)
My heart still has a beat
But love is now a feat.
(As common as a cold day in LA.)
Sometimes when I’m alone, I wonder
Is there a spell that I am under
Keeping me from seeing the real thing?

Love hurts…
But sometimes it’s a good hurt
And it feels like I’m alive.
Love sings,
When it transcends the bad things.
Have a heart and try me,
’cause without love I won’t survive.

I’m fettered and abused,
I stand naked and accused
(Should I surface this one man submarine?)
I only want the truth
So tonight we drink to youth!
(I’ll never lose what I had as a boy.)
Sometimes when I’m alone I wonder
Is there a spell that I am under
Keeping me from seeing the real thing?

Love hurts…
But sometimes it’s a good hurt
And it feels like I’m alive.
Love sings,
When it transcends the bad things.
Have a heart and try me,
’cause without love I won’t survive.

Vangelis – Blade Runner

Deixo-vos um belo vídeo de tributo ao grande filme Blade Runner com especial destaque para a banda sonora, de autoria de Vangelis.

E acrescento que há coisa de duas semanas deu-me panca para ver o filme… e gostei bastante 😉

The Great Gig In The Sky

Uma das mais incríveis músicas, e até é difícil dizer isto visto que são tantas e tão boas, dos Pink Floyd… vinda directamente do The Dark Side of The Moon…

Por favor ouçam e sintam…. isto é música, isto é arte…!!!

Capa do The Dark Side of The Moon