Spider-Man 3 (A Crítica)

Ontem por volta das 21.45 estava eu na SALA 1 dos Cinemas Castello Lopes do Jumbo de Setúbal para assistir ao filme de Super-Heróis (e Super-Vilões) do ano com sala cheia (meus ricos 0.25€ de pré-reserva :P). Bem mas passando ao filme …

(Se não querem saber certos pormenores antes de ver o filme não leiam o resto deste POST)

O filme está sem dúvida bem conseguido, sendo provavelmente o melhor da saga, combinando muita acção, com momentos um tanto ou quanto cómicos e ainda com uma pitadinha de drama. O fato negro pode-se dizer que tem uns efeitos “hilariantes” no Peter Parker, de repente fica Bad Boy, e o Harry tenta a sua vingança contra o seu “amigo” Peter Parker (que agora sabe que é de facto o Spider-Man) mas no fim devido a uma intervenção do seu mordomo que o convence que as feridas do seu pai tinham sido provocadas pelas lâminas do planador do Green Goblin decide ajudar Peter a salvar a cidade uma vez mais dos esforços combinados de Sandman e Venom (que é Eddie Brock cheio de raiva pelo Peter ter arrebentado com o seu emprego e que logo por azar, ou sorte, estava debaixo do sino da torre de uma igreja onde o Peter se tentava ver livre do Simbiote depois de ter descoberto que aquele fato que tanto poder, e estilo, lhe dava estava-o a transformar em algo “feio” LoL) que raptaram a Mary Jane (o Venom ficou com todas as memórias do Peter devido a ter estado “ligado” a ele) para levarem o Spider-Man a aparecer e para o matarem de uma vez por todas. E quando estão quase a derrotar o Spider-Man, eis que Harry aparece no seu planador para lutar a lado do seu, de novo amigo. E sim, formam uma equipa dos diabos, com montes de acrobacias e tudo acabando por derrotar, mas não matar, o Sand-Man. Com o Venom é mais complicado … mas Peter acaba por perceber que sons fortes são o seu ponto fraco, sem que antes Harry fosse ferido pelo seu próprio planador mortalmente (tal como o seu pai, mas desta vez para salvar Peter e não na tentativa de o matar). E sim Eddie Brock morre junto com o Simbiote pois estava louco por ele e saltou para meio da explosão que o incenerou …

Quanto aos amores, pode-se dizer que MJ e Peter tiveram um ponto baixo neste filme mas no fim ve-se os dois abraçarem-se o que promete mais para Spider-Man 4 😉

O filme está mesmo bom como já disse. E dou-lhe nota 9/10, pois quero dar 10/10 ao 4º 😛 LoL

Fiquem Bem 😉 E vão ver 😛
P.S.: Uma coisa é certa o 4º filme não pode ter Carnage, pois é filho de Venom e este foi incenerado 😉

3 thoughts on “Spider-Man 3 (A Crítica)”

  1. mas se antes de morrer o brock comeu akela lirinha lah, e deixou um filho??? q venha o canage!!

  2. mas se antes de morrer o brock comeu akela loirinha lah, e deixou um filho??? q venha o canage!!

  3. Pelo menos segundo os Comics o Venom tem filhos separadamente do seu hospedeiro basicamente “segregando” um novo simbiote. Por isso não me parece lá grande opção ;)Já agora … Obrigado pelo comment =P

Leave a Reply